Sindicato dos Bancários de Bragança Paulista e Região    |    30 anos    |    1986 - 2020     |
                 

Notícias - BMB


21/11/2016
Pela democracia e contra o racismo, milhares ocupam Paulista

- continuar lendo.

18/11/2016
Governo Temer destrói o FAP e mudanças prejudicam os trabalhadores
Aliança entre patrões e governo Temer acaba com papel principal do Fator Acidentário de Prevenção (FAP), de prevenir acidentes e assegurar a saúde dos trabalhadores. Apesar dos protestos e mobilizações de entidades sindicais como a Contraf, a CUT e a CONTRACS, o Conselho Nacional de Previdência Social (CNPS) aprovou, nesta quinta-feira (17) em Brasília, as mudanças do governo propostas para o FAP. Os trabalhadores perderam, de imediato, a cobertura dos acidentes de trajeto e os afastamentos inferiores a 15 dias da base de cálculo do imposto, entre outros direitos.
- continuar lendo.

18/11/2016
Bancários reforçam mobilização contra terceirização. Senado vota projeto dia 24

- continuar lendo.

10/11/2016
Pressão dos trabalhadores leva o Supremo a adiar a votação sobre a terceirização

- continuar lendo.

10/11/2016
Votação de proposta para Cassi começa nesta sexta (11). Comissão de Empresa e entidades negociaram acordo
A partir de 11 de novembro os associados ativos e aposentados participam de Consulta ao Corpo Social para votar o acordo negociado com o Banco do Brasil pelas entidades representativas dos associados – Contraf-CUT, Anabb, AAFBB e FAABB.
- continuar lendo.

10/11/2016
Trabalhadores vão parar em todo o país na sexta 11

- continuar lendo.

09/11/2016
Salário mínimo deveria ser de R$ 4.016,27, segundo Dieese
O salário mínimo para manter uma família com dois adultos e duas crianças deveria ser de R$ 4.016,27, segundo o Dieese. O valor é quase cinco vezes maior que os atuais R$ 880. Para essa estimativa, foi utilizado como base o preço da cesta básica mais cara, que, em outubro, foi a de Porto Alegre (R$ 478,07), levando em consideração também as despesas da família com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência, que, conforme determina a Constituição, devem ser contempladas pelo salário mínimo.
- continuar lendo.



« anterior 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 próxima »