Sindicato dos Bancários de Bragança Paulista e Região    |    30 anos    |    1986 - 2019     |
                 

Notícias

COMPARTILHE:


Suspeitos de explodir caixa eletrônico são presos
Com informações de G1.globo.com | Bragança Paulista - 10/06/2015



A Polícia Militar perseguiu suspeitos de explodirem caixas eletrônicos em Atibaia, na madrugada de terça-feira (9). Parte da quadrilha, que é de São Paulo, foi detida com objetos que teriam sido usados na explosão de caixas eletrônicos em dois lugares diferentes na madrugada desta terça-feira (9) em Atibaia (SP). Segundo a Polícia Militar, as ações aconteceram por volta das 3h. Pelo menos cinco suspeitos foram presos com No carro dos suspeitos foram encontrados equipamentos supostamente usados no delito, como pé de cabra, tocas ninja, luvas, lanternas e duas dinamites.

Segundo a PM, o primeiro chamado aconteceu no bairro Jardim Imperial, onde a quadrilha explodiu um caixa dentro de um terminal de ônibus. Em seguida, policiais foram acionados para atender a segunda ocorrência, no bairro Alvinópolis. No local, os criminosos explodiram um caixa dentro de uma agência bancária e fugiram.

Após as duas ações, a PM intensificou as buscas pela cidade e encontrou um veículo suspeito com cinco homens. Eles estavam com duas bananas de dinamite e uma arma e foram encaminhados para o 1º Distrito Policial. Por volta das 7h, a ocorrência estava sendo registrada.

Para tentar despistar os policiais, os cinco suspeitos trafegaram em um trecho da rodovia Fernão Dias pelo acostamento e entram em um recuo, até serem rendidos.

De acordo com a PM, os suspeitos foram perseguidos em um trecho de cerca de 15 quilômetros da rodovia, que liga São Paulo a Belo Horizonte (MG). O acompanhamento da suposta quadrilha teve apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Os suspeitos foram levados para o 1º DP. A polícia segue fazendo buscas aos demais integrantes da quadrilha.

A polícia não tem informações se os dois crimes estão relacionados e suspeita de outros envolvidos nas explosões. A PM segue realizando buscas pela região. Também não há informações se algum valor foi roubado pelos criminosos. O caso será investigado.