Sindicato dos Bancários de Bragança Paulista e Região    |    30 anos    |    1986 - 2019     |
                 

Notícias - Igualdade de oportunidades


20/09/2017
 Liminar da Justiça abre precedente para discriminação contra homossexuais

- continuar lendo.

18/05/2017
Direção da Caixa reafirma discriminação de gênero em alteração normativa
Depois de analisar a nova versão do Rh 184, implementada no dia 9 de maio, a Contraf-CUT reprova veementemente as alterações não negociadas no GT fim do descomissionamento arbitrário e irá apresentar esse protesto e cobrar reparação na reunião do dia 25. Além de não retirar o descomissionamento de empregados em férias e em licença saúde, reivindicada pelos empregados, a Caixa acrescentou o descomissionamento das mulheres que estão em licença maternidade.
- continuar lendo.

28/07/2016
Mesa Temática de Igualdade de Oportunidades prioriza o debate sobre PCD (Pessoas com Deficiência)
Nesta quarta-feira (27), a Contraf-CUT e a Fenaban voltaram a se reunir, em São Paulo, na Mesa Temática de Igualdade de Oportunidades. O principal assunto abordado foi PCD (Pessoas com Deficiência).
- continuar lendo.

16/05/2016
4ª Conferência Nacional das Mulheres exige manutenção das conquistas de gênero
Após três dias de intensos debates, 10, 11 e 12 de maio, em Brasília, terminou a 4ª Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres (4ªCNPM). Durante o encontro, realizado a despeito do contexto político conturbado, que incluiu o afastamento da primeira mulher a presidir o país, que reuniu cerca de três mil mulheres de todas as regiões do País, as delegadas aprovaram propostas que exigem continuidade das conquistas nas políticas de proteção e de direitos para as mulheres.
- continuar lendo.

07/03/2016
Lei do Feminicídio completa um ano
Há um ano, no dia 7 de março, a presidenta Dilma Rousseff sancionou a lei 13.104, conhecida como Lei do Feminicídio. Com a mudança, o feminicídio passou a ser considerado homicídio qualificado, entrando para o rol dos crimes hediondos.
- continuar lendo.

29/02/2016
Nos últimos 10 anos, jornada feminina aumentou uma hora
Segundo Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) feita entre os anos de 2004 e 2014 com 150 mil famílias, a dupla jornada feminina aumentou uma hora. Agora elas trabalham cinco horas a mais do que eles.
- continuar lendo.

24/02/2016
Presença de negros cresce no mercado de trabalho, mas renda segue menor
Pesquisa da Fundação Seade e do Dieese, divulgada hoje (17), mostra alguns indicadores positivos quanto à presença dos negros no mercado de trabalho da região metropolitana de São Paulo, mas também aponta desigualdades cuja superação ainda deve demorar. "Apenas com longos períodos de crescimento econômico em conjunto com ações de políticas afirmativas é possível diminuir as desigualdades no mercado de trabalho e melhorar as oportunidades de inserção para a população negra", afirmam as entidades, que divulgaram estudo relativo ao Dia da Consciência Negra, celebrado na próxima sexta-feira (20).
- continuar lendo.