Sindicato dos Bancários de Bragança Paulista e Região    |    30 anos    |    1986 - 2019     |
                 

Notícias - Assédio Moral


15/02/2016
Carta de Rial a funcionários é puro assédio moral
O que deveria ser motivo de comemoração e de parabenizar os funcionários do Santander, que merecidamente recebem PLR cheia no dia 19 de fevereiro, virou justificativa para mais cobranças, pressão por metas e assédio moral. Em carta endereçada aos funcionários (veja abaixo), na sexta-feira 5, o novo presidente do banco, Sérgio Rial, fala da satisfação “em poder pagar (...) a melhor PLR da nossa história, este ano”. Mas logo em seguida revela a verdadeira intenção do documento: exigir que os bancários intensifiquem o já elevado ritmo de trabalho e se esforcem ainda mais na fidelização de clientes e na venda de produtos.
- continuar lendo.

25/11/2015
Bancária humilhada pelo gestor ganha indenização
Uma bancária constantemente chamada de “mulher de malandro” e humilhada pelo gerente da agência por não conseguir cumprir metas abusivas receberá R$ 50 mil por danos morais. A decisão é do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (Campinas, SP). A condenação foi arbitrada em primeira instância pela 1ª Vara do Trabalho de Franca.
- continuar lendo.

29/05/2015
Bancários avançam na luta contra metas abusivas
A categoria bancária em todo o país começa a dar os primeiros passos para mais uma Campanha Nacional Unificada. E esse é o momento mais propício para lembrar o quanto já foi conquistado em campanhas passadas, com a união e a mobilização dos trabalhadores. Se hoje a categoria tem uma Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) nacional, com direitos como PLR, vales refeição e alimentação, abono-assiduidade e muitos outros, além de aumentos reais consecutivos, isso é fruto de sua força para enfrentar a resistência dos banqueiros.
- continuar lendo.

03/11/2014
MPT de São Paulo registra recorde de denúncias de assédio moral
O Ministério Público do Trabalho (MPT) de São Paulo já registra este ano um recorde em investigações de casos de assédio moral no estado. Se em 2009 o volume de queixas foi de 438, apenas nos primeiros nove meses deste ano já são 962. O balanço não informa, no entanto, as empresas denunciadas nem as categorias trabalhistas das vítimas.
- continuar lendo.

10/03/2014
Comando analisará dados sobre assédio moral apresentados pela Fenaban
Na negociação realizada hoje (6), sobre o instrumento de combate ao assédio moral, previsto na cláusula 56ª da Convenção Coletiva de Trabalho, a Fenaban apresentou ao Comando Nacional dos Bancários, coordenado pela Contraf-CUT, os dados estatísticos setoriais sobre as denúncias, para que possa ser feita avaliação do andamento do programa. O Comando a partir de agora, com a assessoria do Dieese e consultorias, vai analisar os dados apresentados e uma nova negociação será realizada.
- continuar lendo.

17/12/2012
Caixa é condenada a pagar R$ 100 mil a empregado por assédio da chefe
A Caixa Econômica Federal foi condenada a pagar R$ 100 mil de indenização a um empregado que sofreu assédio moral e sexual de sua chefe, gerente de uma unidade da instituição.
- continuar lendo.

27/11/2012
Contraf-CUT renova nesta terça acordo de combate ao assédio moral
A Contraf-CUT assina nesta terça-feira (27), às 11h, com diversos bancos novo acordo de combate ao assédio moral. O documento será renovado na sede da Fenaban, em São Paulo. Os bancos que já confirmaram adesão são: Itaú, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Santander, HSBC, Safra, BIC, Votorantim, Citibank e pela primeira vez o Banco do Brasil.
- continuar lendo.