Sindicato dos Bancários de Bragança Paulista e Região    |    30 anos    |    1986 - 2019     |
                 

Notícias - Previdência


09/06/2017
 Associados da Previ que tiveram perdas salariais podem manter valor futuro da aposentadoria
Os associados da Previ que tiveram perdas salariais em razão da reestruturação no Banco do Brasil, ou por outro motivo, que quiserem preservar o valor do futuro benefício de aposentadoria precisam continuar contribuindo sobre o salário de participação correspondente à média dos 12 meses anteriores à perda salarial. O alerta é do diretor eleito de Seguridade da Previ, Marcel Barros. O direito vale para os associados do Plano 1 e do Previ Futuro.
- continuar lendo.

30/05/2017
Funcef foi pauta de reunião com a Caixa

- continuar lendo.

24/04/2017
Olho nos deputados: Reformas trabalhista e da Previdência estão em pauta na Câmara
Os deputados da base de apoio ao governo de Michel Temer querem pisar no acelerador nesta semana para aprovar os projetos de interesse do governo. Entre os projetos que devem movimentar e gerar muita discussão na Câmara dos Deputados nesta semana estão o PL 6787/2016 (reforma Trabalhista) e a PEC 287/2016 (Reforma da Previdência).
- continuar lendo.

15/03/2017
“Fora Temer” ecoou em todo o país no Dia Nacional de Paralisação contra as Reformas da Previdência, Trabalhista, e a retirada de direitos
- continuar lendo.

22/02/2017
CUT lança ''Aposentômetro'' em parceria com o Dieese
Nesta terça-feira (21), a CUT lançou o “Aposentômetro”, uma calculadora que ajudará trabalhadores e trabalhadoras a descobrir com qual idade se aposentarão, caso seja aprovada a Reforma da Previdência proposta pelo governo ilegítimo de Michel Temer. O projeto de Temer aumenta a idade mínima para 65 anos, tanto para homens quanto para mulhres, do campo e da cidade; e aumenta o tempo de contribuição de 15 anos para 25 anos. O conjunto de medidas impõe tantas dificuldades e restrições que praticamente inviabiliza que amplas parcelas de trabalhadores e trabalhadoras consigam se aposentar.
- continuar lendo.

22/02/2017
Base do governo teme reação popular e pode atrasar Reforma da Previdência
A base do governo está receosa com a tramitação da Reforma da Previdência no Congresso. A previsão da equipe de Michel Temer era de que o projeto estivesse aprovado no máximo até junho deste ano ou mesmo antes disso. Porém, de acordo com matéria do jornal O Globo desta segunda-feira (20), os parlamentares estão com medo da reação popular, já que as medidas - caso aprovadas - seriam prejudiciais à classe trabalhadoras.
- continuar lendo.

13/02/2017
CUT anuncia campanha contra a Reforma da Previdência

- continuar lendo.