Sindicato dos Bancários de Bragança Paulista e Região    |    35 anos    |    1986 - 2023     |
                 

Notícias - Igualdade de oportunidades


20/09/2017
 Programa pela diversidade nos bancos ganha força

- continuar lendo.

20/09/2017
 Liminar da Justiça abre precedente para discriminação contra homossexuais

- continuar lendo.

18/05/2017
Direção da Caixa reafirma discriminação de gênero em alteração normativa
Depois de analisar a nova versão do Rh 184, implementada no dia 9 de maio, a Contraf-CUT reprova veementemente as alterações não negociadas no GT fim do descomissionamento arbitrário e irá apresentar esse protesto e cobrar reparação na reunião do dia 25. Além de não retirar o descomissionamento de empregados em férias e em licença saúde, reivindicada pelos empregados, a Caixa acrescentou o descomissionamento das mulheres que estão em licença maternidade.
- continuar lendo.

28/07/2016
Mesa Temática de Igualdade de Oportunidades prioriza o debate sobre PCD (Pessoas com Deficiência)
Nesta quarta-feira (27), a Contraf-CUT e a Fenaban voltaram a se reunir, em São Paulo, na Mesa Temática de Igualdade de Oportunidades. O principal assunto abordado foi PCD (Pessoas com Deficiência).
- continuar lendo.

16/05/2016
4ª Conferência Nacional das Mulheres exige manutenção das conquistas de gênero
Após três dias de intensos debates, 10, 11 e 12 de maio, em Brasília, terminou a 4ª Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres (4ªCNPM). Durante o encontro, realizado a despeito do contexto político conturbado, que incluiu o afastamento da primeira mulher a presidir o país, que reuniu cerca de três mil mulheres de todas as regiões do País, as delegadas aprovaram propostas que exigem continuidade das conquistas nas políticas de proteção e de direitos para as mulheres.
- continuar lendo.

07/03/2016
Lei do Feminicídio completa um ano
Há um ano, no dia 7 de março, a presidenta Dilma Rousseff sancionou a lei 13.104, conhecida como Lei do Feminicídio. Com a mudança, o feminicídio passou a ser considerado homicídio qualificado, entrando para o rol dos crimes hediondos.
- continuar lendo.

29/02/2016
Nos últimos 10 anos, jornada feminina aumentou uma hora
Segundo Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) feita entre os anos de 2004 e 2014 com 150 mil famílias, a dupla jornada feminina aumentou uma hora. Agora elas trabalham cinco horas a mais do que eles.
- continuar lendo.